quinta-feira, março 29, 2007

Não há palavras caras - Liberdade

Como nova utilizadora deste blog tenho o prazer de me dar as auto-boas vindas e de comunicar o teor dos meus posts que vão passar a ser editados ás quintas e que será... tcharam! Filosofia! Essa minha querida disciplina! Como o nome dos posts indica, não são para gente que queira ver altos palavrões... Para esses temos o baldassare o o Ctrl.Alt.Del. que dão bem conta do recado.
Ora começando, o tema de hoje será a liberdade e o que ela é, para mim...
Hoje em dia este é um dos assuntos mais discutidos em todo o lado, juntamente com os impostos, o Iraque e os saldos da estação Outono-Inverno. Mas é dos temas que não perdem o interesse porque ainda não existe um significado universal. Sempre que se fala nesta tema surge a típica frase: “A liberdade de uns acaba onde começa a dos outros”. Até aqui tudo bem, todos entendem que somos livres para darmos a nossa opinião sobre, por exemplo, o estado da política (de mal a pior), não podemos é impedir uma outra pessoa de dar a sua opinião. Este é o fio condutor que nos traz de volta á verdadeira questão: ” Então o que é a liberdade?”. Se a liberdade consiste em sermos livres para fazermos o que quisermos e, se ao impedir o outro senhor de dar a sua opinião não estamos a respeitar a liberdade, nesse caso a liberdade não existe! Para existir uma liberdade absoluta só podia existir uma única pessoa, e essa sim, seria livre de fazer tudo o que lhe apetecesse sem prejudicar ninguém, simplesmente porque não haveria ninguém para prejudicar! Esta é a verdade, segundo a minha opinião (não quero impedir ninguém de dar a sua!), incómoda sobre a liberdade! Não pode existir liberdade absoluta para ninguém pois existe mais do que uma pessoa no Mundo! Mas isso não é, necessariamente, uma coisa má! Todos precisamos de todos para existirmos! Para que exista liberdade tem que existir pelo menos uma pessoa e, como para existir uma pessoa é necessária a presença de mais pessoas, a liberdade absoluta é inviável! Ninguém pode dizer que é absolutamente livre se tiver mais gente á sua volta.
Em suma, a minha opinião é que a liberdade é um conceito inviável e não existente.
Aqui fica o primeiro post...

2 comentários:

Ctrl.Alt.Del disse...

Mas que palavra cara para começar com as palavras que não são caras... liberdade:

"Ai que prazer não cumprir um dever..."

Bem-vinda à Educação cor-de-rosa, SmartiezZ!

baldassare disse...

Bem-vinda à Educação Cor-de-Rosa!

"A liberdade é aquilo que todos os Homens querem, mas que nenhum sabe definir o seu significado"

Li isto não sei aonde...