quarta-feira, janeiro 31, 2007

TLEBS - Chega-lhe, Vasco, que ainda mexe!

Vasco Graça Moura, em coluna hoje no DN, numa carta dirigida aos professores de português ("Caro professor de português"), depois de sintetizar a história do afundamento da TLEBS, apela ao sentido patriótico, num exemplo da opinião pública a governar pela Ministra de que falava Guilherme Valente:
  • "Por isso, venho apelar ao seu sentido de responsabilidade cívica, cultural e profissional. Recuse-se a aplicar a TLEBS! Nem sequer se tratará de desobediência civil que, aliás, sempre se justificaria, atentos o imperativo de defesa da nossa língua e as demais circunstâncias.
  • E também não se pode falar aqui de respeito da legalidade: Andrade Peres já demonstrou que os programas são ilegais porque violaram legislação vigente à data da sua homologação, atribuindo valor legal a um simples documento de trabalho, além de que a homologação dos programas do secundário não está publicada no jornal oficial.
  • No vazio instaurado, a si, caro professor, o que lhe resta é ir ensinando, provisoriamente, com base na Nomenclatura Gramatical Portuguesa de 1967 e na Gramática de Celso Cunha e Lindley-Cintra. Não serão perfeitas nem inteiramente satisfatórias, mas pelo menos não bloqueiam as suas possibilidades de se assumir a sério como professor de Português.
  • Até a TLEBS ser objecto de uma revisão decente, só resta um caminho: se o ministério se obstina em não repor a vigência da Nomenclatura, reponhamo-la nós! "
(Seguindo a ordem natural das coisas, é de esperar que amanhã Eduardo Prado Coelho retome a temática no PÚBLICO...)

2 comentários:

AGLOCO disse...

Lê no meu blogue sobre o próximo BOOOM da Internet!

E de tiveres de acordo, associa-te a ele!

Fica bem!

Ctrl.Alt.Del disse...

Caro agloco

Por muito que nos seduza aqui na EC-d-R a perspectiva de ficar milionário com um esquema em pirâmide para sacar dinheiro aos mais incautos e aventureiros na net, não nos podemos associar a si e ao seu booom.

Isto é um blogue sobre educação, por estas bandas as pessoas são todas muito éticas e tal. Já viu o que era nós a andarmos de Ferrari e os colegas todos a dizer que fizemos o blogue para ficar ricos dizendo mal do estado da educação cor-de-rosa...

Pois é. De qualquer maneira, um grande BOOOM para si também :-)