quarta-feira, janeiro 24, 2007

Prémio Nacional de Professores

O Ministério da Educação lançou hoje o Prémio Nacional de Professores:
  • "O objectivo deste prémio, a conceder a partir de 2007, é reconhecer e galardoar aqueles que contribuam de forma excepcional para a qualidade do sistema de ensino nos seus mais variados aspectos, quer no exercício da actividade docente propriamente dita, em contacto directo com alunos, quer na defesa de boas práticas e condutas com impacto na dignificação e na valorização da escola."
A um (1) professor(a), de qualquer nível de ensino, será então atribuído um prémio monetário de €25.000, após análise aprofundada das candidaturas que hão-de aparecer, por um ilustre júri (que entre si deve receber mais em ajudas de custo que o valor do prémio) presidido por Daniel Sampaio.

Acho que a escolha de um psicólogo para presidente do Júri é acertada, dado o estado de nervos em que o ME anda a pôr os professores.

A proposta de candidatos é limitada aos conselhos executivos, às associações profissionais de professores ou a 50 docentes do mesmo agrupamento de escola ou do mesmo grupo disciplinar, mas só a 1 por agrupamento (lá estão as malvadas cotas, não pode haver 2 professores excelentes no mesmo agrupamento...).

Ao PÚBLICO, Maria de Lurdes Rodrigues explica que "não está prevista a possibilidade de também os alunos poderem propor um professor, já que há uma dimensão profissional e técnica que requer a validação pelos pares ou pelas instituições". Pois é, já me esquecia que os alunos e os pais só podem avaliar um professor para progressão na carreira, um aspecto secundário, quando se trata de coisas sérias como prémios já não são capazes...

Fico à espera da lista de candidatos, para ver quem tem espírito de lavadeira de Caneças para participar nesta jogada de branqueamento propangandística...

Por mim, acho que a melhor resposta que os professores podiam dar era ignorar esta fantochada e não candidatar absolutamente ninguém. Ou então propor massivamente Maria de Lurdes Rodrigues, como única candidata, a nossa líder, o nosso exemplo...

3 comentários:

Sizandro disse...

Eu proponho o professor Bambo. Por 25 mil ele tira todo o mau olhado e desfaz qualquer trabalho. Um verdadeiro professor.

Anónimo disse...

A estupidez tem limites, caramba...
Como é que alguém aceita fazer parte de 1 júri destes? O Daniel Sampaio, o Roberto Carneiro, o António Nóvoa.....?
E não se pode exterminá-los de vez?

amélia pais disse...

Os professores, em bloco, através das suas organizações, deviam denunciar o carácter insultuoso da medida - a tal«cenoura» ao lado do pau - não nos motivam prémios, mas sim o reconhecimento da nossa dignidade profissiona.Consodero,repito, esta medida um INSULTO (mais)