sexta-feira, abril 06, 2007

Não há palavras caras - Deus

Em primeiro lugar, peço desculpa pelo atraso, logo no segundo post!! É que no Algarve é dificil arranjar cibercafés que façam o favor de ficar abertos até horas decentes ( lá para as 10) que é a altura que fico dispensada de passeios por Tavira (Vila tããããoooo liiinda!)... Portanto, cá vamos.

Será que Deus existe?
Esta é uma questão muito pertinente pois tudo depende daquilo em que as pessoas escolherem acreditar dado que não existem provas de qualquer tipo para a provar.
Será que Deus existe mesmo ou isto é a história do Pai Natal para os adultos? Mas religião é uma coisa um pouco mais adulta, tendem a buscar algo a que se agarrar no seu dia a dia, algo do qual se possam valer nos momentos difíceis, algo para as pessoas não se sentirem tão sozinhas e não pensarem que o mundo está desgovernado ou ainda para aliviar a consciência no confessionário.
Expõe-se assim a realidade:
Existir um Deus, um ser que nos governa lá de cima é, realmente, muito cómodo. Existe justificação e desculpa para tudo, se fazemos alguma coisa mal, um pecado, é vê-los ir direitinhos para o confessionário e sair dez minutos depois prontos para outra (que expressão tão adequada), como se dez minutos fossem restaurar a paz no mundo ou tirar a fome ás criancinhas. Por outro lado também nos dá uma desculpa para andarmos sempre retraídos com medo de “recriminações divinas” quando fazemos alguma coisa menos boa ou mais má.
Se não existir um Deus assaltam-nos aquelas duvidas muito incómodas como por exemplo:
Quem governa este mundo? Ou
Se não existe Deus, para onde vamos depois de morrermos?
E é realmente muito incómodo estarmos muito descansados nas nossas actividades rotineiras e sermos assaltados por estas dúvidas que nos baralham e nos desconcentram daquilo que estamos a fazer que é sem dúvida, para a maioria das pessoas, o mais importante.
A existência ou não de Deus coloca-nos ainda outra dúvida, Afinal quem era Jesus? Não era Deus o seu pai? Sendo que Deus não existe será que Jesus existiu?
Na minha opinião não existe um Deus, existe a crença que sim e isso chega para as pessoas pois assim cada um fica confortável. Até há diferentes deuses para toda a gente poder escolher. É como no supermercado, podemos escolher a cor, o feitio, o sabor. Dá-nos uma impressão de liberdade e para a maioria das pessoas isso é o suficiente para que vivam descansadas.
Disse.

1 comentário:

Ctrl.Alt.Del disse...

Where do bad folks go when they die?
They don't go to heaven where the angels fly

http://www.youtube.com/watch?v=5KLWtUXp7qc