sábado, junho 23, 2007

O debate da petição da TLEBS

Foi debatida ontem no parlamento a petição da TLEBS. Segundo o PÚBLICO de hoje, o ministro dos assuntos parlamentares, Augusto Santos Silva, além de ter criticado o anterior executivo PSD/CDS-PP - "Foi uma aventura pseudopedagógica que poderia ter sido evitada e que foi criada em 2004 pelo Governo PSD/CDS-PP" teve esta afirmação espantosa:
  • "O actual Governo não concorda com experiências que têm uma parte dos estudantes como cobaias devido ao princípio da igualdade de oportunidades", criticou o ministro. Por essa razão, explicou, o Governo PS generalizou a todos os alunos a aplicação da TLEBS."
Estou a perceber a lógica, o governo achava injusto aplicar uma "aventura pseudopedagógica" a uma parte dos estudantes não porque os estaria a meter numa "aventura pseudopedagógica", mas pelo princípio da igualdade de oportunidades, que diz que quando se trata de uma "aventura pseudopedagógica", todos têm o direito de ser metidos nelas, mesmo que na verdade se trate de uma, humm, "aventura pseudopedagógica".

Agora, sim, percebi. Bastava ter sido assim tão claro ao início, de certeza que se teriam evitado muitos mal-entendidos e que teria havido maior adesão à TLEBS:
  • "- meus amigos, isto trata-se de "aventura pseudopedagógica" e em nome da igualdade de oportunidades, vão todos meter-se nela, porque era injusto ser uma aventura só para alguns! Viva a Educação cor-de-rosa! Viva Portugal!"
A mim tinha-me convencido. Se calhar isto é um atestado de atrasados mentais ao Ministério da Educação, aos linguistas, aos professores, alunos e pais - o governo sabia que isto era uma "aventura pseudopedagógica", mas "sabemos como são as crianças, têm que cair sozinhas para aprender, não é, e não se lhes pode dizer as verdades todas..."

E ninguém se demite?

2 comentários:

Range-o-dente disse...

A sacrossanta "igualdade" chega a todo o lado ... até aos laboratórios em que se usam cobaias.

Range-o-dente disse...

Que me diz da videovigilância?

http://range-o-dente.blogspot.com/
2007/06/ensino-videovigilncia.html
--(juntar as duas linhas)--

Coisa desnecessária na generalidade das escolas?