quinta-feira, junho 21, 2007

Estatísticas

4 em cada 10 alunos do 6º ano teve negativa a matemática (1ª página do PÚBLICO).

6 em 10 alunos do 12º ano teve fome durante o exame de matemática de hoje (estatísticas à porta da ES local). O que haveria de tão importante para fazer até às 11.30 que impedisse o exame de começar mais cedo e, obviamente, acabar a horas decentes de ir almoçar?!

Foi uma retaliação contra as críticas da Associação de Professores de Matemática? Será uma experiência pedagógica? Será que o ME descobriu uma correlação entre a fome e o raciocínio matemático, mas ainda não a divulgou oficialmente para nos dar um avanço em relação aos outros países subdesenvolvidos do planeta?

2 comentários:

baldassare disse...

A eles dá-lhes geito más estatísticas...
Têm meios e motivo... faltava-lhes a oportunidade... agora já têm.
Oportunidade para quê? Para lixarem alunos, professores e Ensino em geral...

Ctrl.Alt.Del disse...

O ME serve-se das estatísticas conforme as suas necessidades de momento - tanto podem ser muito más, para justificar medidas impopulares, como muito boas, para justificar o sucesso das medidas tomadas.

O problema é que já dizia o outro, há 3 tipos de mentiras: pequenas, grandes e a estatística...