quinta-feira, junho 14, 2007

Não há palavras caras - Filosofia

"Filosofia (do grego Φιλοσοφία: philos - amor, amizade + sophia - sabedoria) modernamente é uma disciplina, ou uma área de estudos, que envolve a investigação, análise, discussão, formação e reflexão de ideias (ou visões de mundo) numa situação geral, abstracta ou fundamental. Originou-se da inquietação gerada pela curiosidade humana em compreender e questionar os valores e as interpretações comumente aceites sobre a sua própria realidade. "

Ora bem, de volta ao trabalho, a Filosofia para muita gente é a pergunta "quem sou eu?"...Muita gente vai pelo lado prático e fica descansadinha da silva "sou uma pessoa que neste momento está com pensamentos inuteis que não me vão fazer ganhar dinheiro"... Por acaso invejo essas pessoas! Era bom viver sem estas preocupações que só chateiam a cabeça... Ainda se houvesse um prémio para a resposta! Mas assim... Mas, nem a Filosofia se resume a esta pergunta, nem se trata levianamente! A Filosofia é uma ocupação a tempo inteiro, não um part-time para quando estamos sem fazer nada!
Existe muito boa gente que vive para pensar, para reflectir sobre o mundo...
Claro que a Filosofia não produz nada a não ser ideias, não causa lucro ao país, não aumenta o PIB, não alimenta as crianças esfomeadas... Apenas tenta esclarecer o Homem, pô-lo a pensar acerca de tudo... Não o deixa estagnar!
A Filosofia que temos na escola, não é das mais motivantes, pelo menos no primeiro ano pois é basicamente a história da filosofia, mas é uma disciplina que "ensina a pensar" e nos mostra diferentes opiniões e pontos de vista de diferentes pessoas em diferentes épocas. Basicamente é uma pequena amostra da Filosofia a sério! Eu tive sorte, calhou-me uma stora que sabe motivar os alunos, que nos sabe levar a estudar e a não achar as aulas uma seca ( mesmo que a matéria não seja das melhores).

Um post a sério sem conversas de treta! Primeiro em 3 semanas!

4 comentários:

Ctrl.Alt.Del disse...

Pois é, é uma pena que se passe um ano a fazer uma coisa que a leitura atenta de "O mundo de Sofia", de Jostein Gaarder, podia resolver.
De qualquer maneira, é importante ter esse background, é importante conhecer os ombros em cima dos quais somos grandes.
Pode ser que um dia destes façam o filme, ou a série para TV. Assim só se perdia o 1º período a ver os episódios ;-)

baldassare disse...

Nós agora em Filosofia não fazemos "história da filosofia"... História da filosofia é começar em Sócrates e acabar em Sartre, explicando as teorias de cada filósofo em relação às diversas matérias. Não é isso que hoje, nas aulas de Filosofia, se faz.

Hoje o que se faz é: analiza-se uma temática (por exemplo, "A origem e funções do Estado") e depois mostra-se os argumentos de cada filósofo, mesmo de filódofos de épocas diferentes (neste caso analizámos Aristóteles com o estado natural versus Locke com o estado contratualista...)

A Filosofia é, hoje, uma disciplina apelativa, se fôr bem dada. É a disciplina onde a qualidade do professor é mais importante. Talvez por isso, por vezes, não seja interessante. No meu caso, a minha professora é espectacular, explica bem e permite debate na turma (quase metade da aula).

Quanto ao "Mundo de Sofia", já o li e gostei muito. No entanto, o Mundo de Sofia é que é História da Filosofia, pois apresenta cronológicamente os filósofos e as escolas de pensamento. Neste momento, já se impunha um livro semelhante, mas separado por temáticas e não por épocas. Para estar adequado ao programa e aos novos tempos (aíííapá, eu utilizei a expressão "novos tempos"! Tou a ficar velho)

Já agora, se me souberem responder: para além de professor, que saídas tem o curso de Filosofia?

Ctrl.Alt.Del disse...

Excluindo ser professor de filosofia, que há centenas não colocados todos os anos e a disciplina tem tendência a desaparecer do currículo - uma disciplina que ensina as pessoas a pensar é demasiado perigosa para o sistema cor-de-rosa - qualquer coisa de empregado do mcdonald's a secretário de estado (consta que há um no MNE que já foi professor de filosofia em tempos)...

Range-o-dente disse...

"Claro que a Filosofia não produz nada a não ser ideias,"

... e não é pouco.

É suficiente para dar lucro, aumentar o PIB e alimentar as crianças esfomeadas.

(atrevo-me a dizer) oops!