quarta-feira, dezembro 05, 2007

O perfil!

No estado em que as coisas estão, se quisermos escolher para gerir as escolas um perfil que se adeque às funções que desempenham, então precisamos de burocratas.

Daqueles que vivem para os papéis, as cruzinhas, os campos para preencher, os relatórios sobre todas as minundências. Não faltam certamente burocratas pelos corredores do ministério, é só mandar a carrinha de recolha dos monos da câmara fazer uma recolha à hora do cafezinho da manhã, à porta da 5º de Outubro, que é quando estão mais distraídos e é mais fácil apanhá-los com uma rede.

Ou então pôr os senhores inspectores, que chegam às escolas e põem e dispõem, fazendo tábua rasa do trabalho organizativo de quem lá está, colocando um professor de Educação de Tecnológica como chefe de departamento de Ciências Físico-Químicas, só porque calhou ser um departamento onde não havia professores titulares.

Poupava-se imenso trabalho, porque não seria certamente preciso haver outros inspectores a visitá-los e a inventar.

Ou então, já estou por tudo, mandem vir os palhaços, que é para nós podermos tirar o nariz vermelho que nos querem pôr e irmos à nossa vida fazer o que de melhor sabemos fazer, ensinar...

1 comentário:

Range-o-Dente disse...

E aquela história do professor-carro-vassoura ...!!??

... numa sala sentado à espera que a canalha seja posta na rua, depois tem que ... perguntar o que fizeram ... como é?

.