quinta-feira, fevereiro 22, 2007

Candidato a titular? Não faltes!

O que poderia ser uma convocatória para uma manifestação (Não faltes!) é mesmo um imperativo para quem quer chegar a titular:

"Proposta do Ministério da Educação
Mais de nove faltas por ano não dão pontos a docentes candidatos a titular
22.02.2007 - 17h22 Lusa

Os docentes que tenham faltado mais de nove vezes num ano lectivo, mesmo que por doença, são classificados com zero pontos no factor assiduidade, um dos principais critérios de selecção do primeiro concurso para professor titular.
(...)

Nesses cinco anos lectivos, são consideradas todas as faltas, licenças e dispensas dos professores candidatos a titular, incluindo as justificadas com atestado médico."

Paulo Guinote já há algum tempo tinha feito a listagem dos Factores de Risco para a Progressão Docente de Acordo com a Simpática Tutela.

O surrealismo confirma-se, no país cor-de-rosa...

1 comentário:

paulo g. disse...

E atenção que o limite legal à data, por conta das férias, era de 12.